Notícias

Voltar

22ª Edição

Semana 22 – 21 de outubro de 2016

“Vocês viram o policial que escoltou Eduardo Cunha?”

A prisão do poderoso ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha é um fato com muito impacto político e grande apelo de mídia. Era esperada muita repercussão, destaque no noticiário, análise de desdobramentos e projeção de cenários sobre a reacomodação de forças políticas na base aliada. O que não era esperado era a viralização e explosão de memes do policial hipster que enlouqueceu a internet e dominou os debates nas redes e na websfera. O “lenhador” da federal já ganhou até marchinha no Youtube.

[+] Saiba mais aqui

[+] E aqui

 

Desembargador Sartori discute com comentarista de programa de rádio

Depois de ter acusado a imprensa de ser financiada pelo crime organizado, por conta das críticas feitas por seu voto pela absolvição dos 73 policiais militares no julgamento do Carandiru, o ex-presidente do TJ-SP envolve-se em outra polêmica ao discutir com comentarista da rádio Jovem Pan Marco Antonio Villa. O motivo era o mesmo: críticas ao resultado final, que foi a anulação do julgamentos  de primeira instância, que haviam condenado os PMs.

Exemplos de descontrole verbal e desequilíbrio emocional são proibidos nos manuais de boa conduta de porta-vozes. Não são construtivos e devem ser evitados, especialmente por agentes públicos com papel relevante na comunicação pública.

[+] Saiba mais

[+] Veja o vídeo aqui

Marcelo Crivella encerra debate eleitoral com comentário machista

Ao final do debate na campanha eleitoral, o candidato à prefeitura do Rio, Marcelo Crivella, do PRB, atribuiu o sucesso do embate à beleza das apresentadoras. O comentário machista provocou reação irônica da jornalista Mariana Godoy, da Rede TV, que iniciou a fala encenando um “tchauzinho de miss”. Além do desconforto de ter desqualificado a competência profissional das apresentadoras, a atitude é péssima para quem precisa conquistar o voto de eleitoras cariocas.

[+] Saiba mais aqui

[+] E aqui

 

Trump ameaça não aceitar derrota nas urnas

O candidato republicano, Donald Trump, não cessa de causar sobressaltos com atitudes politicamente incorretas e transgressoras de qualquer regra de boa conduta no limite do politicamente aceitável. No último debate chegou a anunciar que não aceitará ser derrotado nas urnas. Para analistas, Trump ameaça a própria democracia com essa declaração.

As avaliações são de que o candidato pode também ter enterrado suas chances de chegar a Casa Branca. Pressionado a dizer se aceitaria os resultados das eleições, respondeu: “Vou deixar em suspenso”. Assim, coloca em xeque a democracia e insinua uma transição disputada de poder.

[+] saiba mais

Twitter Telefone Facebook E-mail